top of page
Buscar
  • Foto do escritorCEAGRE

Ceagre apresenta inovações para a agropecuária em cerimônia da entrega de projetos com a Conab.

As ações apresentadas no evento foram desenvolvidas em conjunto com o Ceagre, pesquisadores do IF Goiano e representantes da Companhia Nacional de Abastecimento.

A solenidade reuniu os pesquisadores do IF Goiano e Ceagre com os principais nomes do agronegócio de Rio Verde, viabilizando contatos com empresas e produtores rurais.

O Ceagre (Centro de Excelência em Agricultura Exponencial) realizou na terça-feira (14) a cerimônia de entrega de projetos desenvolvidos em parceria com a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) para solucionar os desafios da agropecuária e propor inovações no agronegócio como um todo. A ocasião contou com a participação de pesquisadores do centro, gestores do IF Goiano e figuras importantes nesta jornada, como a superintendente de Informações da Agropecuária, Candice Mello Romero Santos, e da gerente de Inovação em Inteligência Agropecuária da Conab, Naira Andrea de Lima Furuse Barbosa.


Também estiveram presentes para prestigiar a solenidade o secretário de Agricultura de Rio Verde, o produtor rural Paulo Martins, e o presidente do Sindicato Rural da cidade, Olávio Teles Fonseca.


A parceria com a Conab foi firmada no segundo semestre de 2020, por meio de um Termo de Execução Descentralizada (TED) com o Instituto Federal Goiano e o Ceagre, na figura do diretor científico do centro, o pesquisador Me. Leandro Rodrigues da Silva Souza, coordenador do projeto. A aliança entre o órgão governamental e a instituição visou o desenvolvimento de uma plataforma digital aplicada ao agronegócio, com diversas funcionalidades e inovações para o cotidiano do produtor rural e dos profissionais envolvidos nesta cadeia produtiva.

Além de atuar em projetos em parceria com a Conab, o prof. Me. Leandro Rodrigues tem um histórico de iniciativas com o Incra, Mapa e empresas privadas.


Utilizando uma rede de dados minuciosamente minerada da Conab e as informações disponibilizadas pelos produtores, o aplicativo “Agenda do Produtor Rural”, como foi nomeado, foi construído para disponibilizar ferramentas sobre os processos de comercialização, transporte, cotação de preços de culturas e o planejamento de safras. Ao falar sobre o projeto na cerimônia de abertura, o prof. Me. Leandro Souza, que coordenou a equipe científica composta por pesquisadores do IF Goiano e Esalq-USP, destaca as possibilidades que este recurso oferece para o cenário atual do agronegócio, como a democratização do acesso do pequeno e médio produtor as tecnologias e dados que influenciam no crescimento da agricultura e a agropecuária.


As funcionalidades do aplicativo foram divididas em categorias, facilitando a compreensão e manuseio do usuário:


- Calendário Estratégico: indica o melhor período plantio/semeadura e para as demais fases do ciclo da cultura, além de permitir a inserção das demais atividades da propriedade;


- Clima: adicional às informações usais de temperatura, probabilidade de chuva e vento, a funcionalidade traz informações sobre o balanço hídrico de cultivo, balanço hídrico diário, conforto térmico bovino e risco de geada;


- Demarcação da propriedade e talhões: viabiliza a modelação da propriedade e cadastramento das unidades produtivas para realizar análises de custo e margens, verificar variações de práticas de culturas e maximização de receita;


- Mercado de commodities: conjunturas semanais, preço recebido pelo produtor versus preço mínimo, custo de produção versos preço recebido e estimativas de produção, área e produtividade das principais culturas acompanhadas pela Conab;


- Buscar armazéns: permite encontrar o armazém mais próximo, sendo apresentado o endereço, as coordenadas no mapa e a rota até o local. Além disso, são disponibilizadas informações do tipo do armazém (granel ou convencional (ensacado), capacidade estática (t), contato, principal produto que armazena e se o armazenador presta serviço de armazenagem ou não.


Em um agro cada vez mais digital e com planejamentos em base de dados, a Agenda do Produtor Rural é uma das diversas iniciativas da Conab para manter-se mais próximo dos produtores rurais, fornecendo ferramentas para que estes possam modernizar os seus processos de acordo com a evolução tecnológica do mercado. A superintende de Informações da Agropecuária, Candice Mello, aponta para a importância desta parceria com o IF Goiano, que trouxe para o projeto uma equipe científica de pesquisadores docentes e discentes, e uma gama de inovações a serem aplicadas na Conab por meio da análise de dados e a estruturação destes em uma plataforma funcional e de fácil acesso.

A superintende de Informações da Agropecuária, Candice Mello, foi responsável por coordenar o projeto na esfera da Conab, viabilizando o diálogo entre o órgão e a equipe científica.


O movimento de democratização de acesso as tecnologias do agro é um dos pilares do Ceagre e desta parceria inédita da Conab, que mesmo após a sua conclusão, traz perspectivas promissoras para o futuro com novos projetos em conjunto entre o órgão e a instituição de pesquisa goiana. O prof. Dr. Alan Carlos da Costa, pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do IF Goiano e diretor geral do centro, reforçou em sua fala na solenidade para as diversas possibilidades que o Ceagre oferece para ações em parceria, com modelos aplicados a empresas, órgãos governamentais e sindicatos. Ao longo de sua trajetória, o centro tem estendido as suas iniciativas para diferentes esferas, cooperando para o desenvolvimento de projetos e produtos que atendam de maneira assertiva as demandas do mercado e dos produtores rurais.


Para este sucesso e a ampliação de ações do centro, a presença na cerimônia do secretário de Agricultura, Paulo Martins, e do presidente do Sindicato Rural, Olávio Teles Fonseca, simboliza o fortalecimento de relações entre o Ceagre e os profissionais que integram a cadeia produtiva do agronegócio. É neste ponto, que o prof. Dr. Fabiano Guimarães, diretor geral do IF Goiano – Campus Rio Verde, ressalta a importância desta ponte entre a academia e os órgãos governamentais e sindicais, que auxiliam os pesquisadores e instituições de pesquisa a difundirem as inovações e projetos desenvolvidos no âmbito científico para toda a sociedade. O Campus Rio Verde tem um histórico de iniciativas em parceria com a prefeitura e o sindicato, viabilizando o acesso a eventos, pesquisas e aos mais de 90 laboratórios disponíveis na instituição, com uma infraestrutura completa e pesquisadores renomados em suas áreas.


A Agenda do Produtor Rural, por sua vez, foi desenvolvida por meio de alguns laboratórios que integram a rede do IF Goiano e Ceagre, como o Laboratório de Visão Computacional e Ciência de Dados e o Laboratório de Inteligência Artificial, que contam com a coordenação do prof. Me. Leandro de Souza. Ao abordar o processo de construção do aplicativo, o pesquisador destaca que o projeto além de fornecer inovações para o mercado, tornou-se um polo de formação de recursos humanos, capacitando os pesquisadores envolvidos para um agro mais digital e tecnológico com as atividades propostas. O prof. Leandro complementa, que o projeto viabilizou oportunidades de emprego para os discentes envolvidos, inserindo-os no mercado de trabalho com uma bagagem científica e profissional.

A cerimônia também reuniu empresas do agronegócio, como a Hoxter DataEng, representantes da cooperativa Comigo e pesquisadoras do Polo de Inovação Embrapii.


A formalização da entrega dos projetos, todavia, é apenas mais uma etapa desta parceria entre IF Goiano, Ceagre e Conab. Após a apresentação dos resultados e o debate das metas atingidas, gestores e pesquisadores das instituições envolvidas projetam novos caminhos para esta aliança. A expectativa é que novas ações sejam prospectadas, visando atingir outras áreas da agricultura e da agropecuária. Em paralelo, também há a movimentação para o fortalecimento da Agenda do Produtor Rural no mercado, fomentando a sua aplicação no campo em busca de uma forte aderência dos produtores rurais e dos profissionais do agro, para alimentação da plataforma e a sua integração no cotidiano rural.


Comments


bottom of page